sexta-feira, março 30, 2018

Aplicativos úteis para organização de viagens

Oi gente!!

Para organizar minhas viagens, sempre uso alguns aplicativos que me ajudam muito e gostaria de dividir com vocês.
Lembrando que o sistema operacional do meu aparelho é Android, mas a maior parte destes app costumar estar disponíveis nas principais plataformas.
Basta clicar no nome do aplicativo para ser direcionado para a página de download ou instruções de uso:

Melhores Destinos: aplicativo de um dos sites de turismo mais relevantes do país que envia em primeira mão as melhores promoções de passagens aéreas nacionais e internacionais!

Airbnb: nesta plataforma você pode alugar quartos ou até apartmentos/casas inteiras de maneira confiável. O site intermedia o processo de reserva e já inclui até o valor pela limpeza. Já tive experiências no Brasil, na Espanha e na Europa. 2 boas e 1 ruim. Nem sempre será a opção mais barata, mas vale checar.

Google Trips: novo aplicativo do Google que reconhece as reservas de viagens que você recebe por email, lista os principais pontos turísticos do destino, permite que você selecione os favoritos (inclusive com possibilidade de salvar o conteúdo offline) e criar roteiros diários.

Pocket: a função deste aplicativo vai além do uso em viagens. Serve para armazenamento offline de conteudo. 

Google Maps offline: Se você for para um lugar com Internet lenta, onde os dados móveis são caros ou não há conexão, você pode salvar um mapa do Google Maps no seu smartphone ou tablet e use-o quando estiver off-line. É bem útil para se localizar e saber se está se direcionando para o lugar desejado.

Quanto custa viajar: neste portal você pode estimar quanto custará a viagem para determinado destino. Ele calcula o preço médio de alimentação, hospedagem e passagem.
Se você não souber para onde ir e tiver apenas o orçamento para o viajar, você também pode usar o Quanto Custa Viajar para que ele sugira os destinos na opção Para onde viajar?. Não é fantástico?!

Melhor cambio: quer saber qual a melhor cotação antes de comprar moeda? Achou! Neste site você escolhe a moeda, a cidade de compra, verifica a cotação em diversas casas e até iniciar um leilão na cotação que você desejar. Se alguma casa de câmbio aceitar  a sua proposta, você pode economizar ainda mais.

Quando viajar: este portal é uma ferramenta do site Viajanet no qual você seleciona a origem e o destino e ele estima os valores das passagens aéreas. Assim, caso você não tenha a data definida, pode ter uma ideia de quais são as melhores datas para economizar.

sexta-feira, março 23, 2018

Europa: Roma à Berlim em 13 dias

Mais uma viagem!

Desta vez, o roteiro começava em Paris e terminava em Berlim, com duração de 11 dias:


Mais uma vez deixei a organização das férias para a última hora e escolhi este roteiro terrestre fechado com uma agência.
Quando fui fechar a passagem, a opção com a Alitália era a melhor e, se é Alitália, por que não escolher uma opção com um stopover (não sabe o que é isso, veja o artigo do Melhores Destinos e entenda)?

Incluindo uma parada em Roma, o roteiro ficou praticamente o mesmo preço do voo com conexão em Roma e destino Paris. Por isso, adicionei  a permanência de 2 dias em Roma.

Dia 1 - 09/03 - Roma

O nosso voo chegou em Roma às 07:15 e começamos a buscar uma alternativa de transporte para o centro de Roma.

O Uber mostrava que só tínhamos a categoria Black disponível por 68 euros, saímos do aeroporto. Na saída, uma pessoa que dizia ser de cooperativa de táxi nos chamou e, como achei que ele ia nos levar a um balcão de informações, o seguimos. Ele nos levou ao estacionamento do aeroporto, mostrou uma carro sem identificação e disse que cobraria cerca de 65 euros. Como achei a situação muito suspeita, buscamos o bilhete de trem da Trenintalia.

O valor pago foi de 14 euros por pessoa e nos deslocamos por cerca de 1 hora com muito conforto. Chegando na estação Termini, saímos da plataforma e bem em frente (do outro lado da rua) no informamos sobre qual ônibus e plataforma devíamos tomar. Compramos o bilhete (não tem pagamento dentro do ônibus) por 1.50 euros por pessoa, descemos no ponto indicado e fomos para o hotel Piccolo Trevi Suites.

O melhor roteiro que encontrei para 2 dias em Roma foi no Roma pra Você e para o primeiro dia os pontos visitados foram a Fontana di Trevi, Piazza Colonna e Via del Corso, Piazza Venezia, Coliseu, Foro Romano e Palatino.


Perto da Piazza Venezia encontramos uma lojinha com itens criativos bem legal e com bom preço: Tiger. Recomendo a visita.

Dia 2 - 10/03 - Roma

O segundo dia o caminho foi em direção ao Vaticano. Saimos da Fontana Di Trevi, passamos pelo Pantheon e tomamos café no La Casa Del Caffè Tazza D'oro (Via degli Orfani, 84). O estabelecimento estava com boa classificação no Trip Advisor e o preço realmente foi bom. Passmos pela Piazza Navona e seguimos em direção ao Vaticano. No caminho, comemos um Tiramisú de Pistache maravilhoso (infelizmente não lembro o nome da loja).

Chegamos a Praça e Basílica de São Pedro no Vaticano. Tinha uma fila enoooorme e acreditávamos que ali era a entrada para o Museu do Vaticano e Capela Sistina. Cerca de 15 minutos depois passamos pelos detectores, entramos e descobrimos que ali poderíamos ver a cúpula da igreja, mas a Capela Sistina era longe de onde estávamos e, como era domingo, estava prestes a fechar! =(
Assim, minha recomendação é que comecem por lá e depois vão para a Basílica de São Pedro.

Dia 3 - 11/03 - Chegada em Paris

Saímos de Roma às 08:00 e chegamos em Paris às 10:10. Como o roteiro contratado com a agência (Lusanova) começava aqui, só tínhamos que pegar a mala e começar a relaxar. O traslado já estava nos esperando e fomos para o Novotel do lado do centro de exposições da cidade. Como ainda era cedo e só tinhamos programação para a noite, pegamos o mapa da cidade e fomos de metrô até a Torre Eiffel.

A estação de metrô é atrás dela e existiam muitos tapumes para uma obra que acontecia lá. De cara já fomos assediadas por pessoas solicitando assinaturas para algo, mas como já tinha lido que era golpe, não demos atenção e seguimos até o Campo de Marte, onde tiramos fotos lindas!!

Eu diversos blogs sobre subir ou não a Torre e chegamos a conclusão que não era algo essencial. Por isso não subimos! Recomendo uma busca rápida no google para tomar sua decisão. Se não engano, para subir até o segundo andar, o valor era €13 por pessoa.

Ás 20 horas visemos a visita a Paris Iluminada. A torre fica ainda mais linda a noite!

Voltamos para o hotel e fomos dormir.

Dia 4 - 12/03 – Paris

Acordamos, tomamos café no hotel e seguimos para o city tour passando pela Campos Elísios, Praça da Concórdia, Arco do Triunfo, Opera, Bairro Latino, Sorbonne, Panteão, Inválidos, Escola Militar, Campo de Marte etc. Se não tiver um roteiro pré estabelecido, o Ideias na Mala oferece algumas opções de visita para 2 dias de permanência.

Como tínhamos a tarde livre, caminhamos pela rua Rivoli, pela avenida Champs Elysees, comemos macarron na Ladurée da Champs Elysees (75 Av. des Champs-Élysées, 75). Pagamos € 2,10 por cada.

Todas as nossas refeições foram rápidas, mas a leitura de Como Pedir nos restaurantes Franceses do Conexão Paris é essencial para não se perder.

No Vem Comigo, vocês podem encontrar dicas do que experimentar na culinária francesa. Clique aqui para acessar o artigo a respeito.

Se a intenção for comprar, recomendo a leitura desse artigo do A vida Francesa. Para presentes, o Viajar é demais deu várias dicas aqui.

Dia 5- 13/03 – Paris

Tínhamos este dia livre, mas podendo contratar a visita ao Palácio de Versalhes. Nem pestanejamos e fomos. Que lugar extasiante! A grade do palácio coberta de ouro já tira o fôlego e nos faz entender como o povo se revoltou à epóca.
A guia local nos indicou a série Versailes (disponível no Netflix). Comecei a assistir e já viciei!



A tarde, o ônibus nos deixou na Rua Rivolí, atrás do Louvre. Aproveitamos para fazer a clássica foto na pirâmide invertida que fica dentro de um centro comercial ao lado do Louvre. Procure por 10 Place du Carrousel para encontrá-la. Almoçamos neste lugar e como o serviço é quase self service, se o idima estiver sendo um problema, poder ser uma alternativa interessante.

Dia 6 - 14/03 - Paris / Calais / Dover / Londres

Tomamos café da manhã e saímos em direção ao porto de Calais para embarque em ferry com destino a Dover atravessando o Canal da Mancha. Passaríamos pelo processo de imigração de saída da França e entrada no Reino Unido. Nossa guia nos deu mil instruções e de certa forma até nos deixou apreensivos, mas o processo foi tranquilo.

A saída do nosso ferry estava agendada, mas foi adiada. Saímos cerca de 14 horas e a guia nos recomendou comer Fish and Chips no barco. O pedaço de peixe é enooorme e muita gente reclamou de estar bem gorduroso, mas eu gostei. Se quiser mais dicas do que comer, o Viajar é Demais escreveu este artigo aqui.

Chegamos a Dover e seguimos em ônibus até Londres. Ficamos hospedados na Ilha dos Cachorros e para ir ao centro, escolhemos nos deslocar usando o River Bus. Pagamos £13 por pessoa para o bilhete com direito a retorno. Se quiser, dá para comprar antecipadamente pelo site.


Dia 7 - 15/03 – Londres

Tomamos café da manhã no hotel e saímos para visita panorâmica da cidade: o Parlamento, o Big Ben (que estava em reforma e permanecerá por 4 anos), a Abadia de Westminster, Trafalgar Square, Picadilly Circus, Regent Street e o Palácio de Buckingham. Não vimos o render da guarda, pois havia acontecido no dia anterior e hoje têm acontecido em dias alternados.

A tarde, caminhamos por perto do Big Ben, tomamos o metrô (pagamos com cartão de crédito) e descemos dentro de um shopping. Aproveitamos para bater perna e almoçar. Duas dicas:

  • Boot's: na entrada do shopping encontramos esta farmácia e conseguimos comprar bastante coisa em conta. Tinha promoção de compras de 3 produtos de cabelo pagando apenas 2, muito produto travel size e clinique com preço bom.
  • Protein Haus: se estiver com saudade de comer um arrozinho com frango e brócolis, recomendo este lugar. Aliás, recomendo de qualquer maneira! Você escolhe as marmitinhas, o suco (recomendo a limonada com pimenta Caiena), paga e leva para o hotel. Como eu queria um lugar assim no Brasil! Pagamos cerca de £6 libras por marmita e ficamos super satisfeitas.

Dia 8 - 16/03 - Londres / Folkestone / Calais / Bruges / Amsterdã

Fim da permanência em Londres. Após o café, saímos em direção a Folkestone para a travessia do Canal da Mancha no trem “Le Shuttle” pelo Eurotúnel (o segundo maior túnel submarino do mundo). Eu estava ansiosa por esta parte da viagem, mas fui frustrada. O trem é de carga e ficamos dentro de um container durante a travessia. Ou seja, não teve emoção nenhuma.

Chegada a Calais e continuação da viagem por estrada até Bruges, na Bélgica. Que cidade encantadora! A parada era rápida, mas não imaginávamos que ia passar tão rápido assim. Mal tivemos tempo para almoçar e já partimos. Comemos uma carne de vaca, cozida na cerveja e acompanhado c por batatas fritas. Para acompanhar, apesar de não tomar cerveja, pedi uma Leffe Ruby. Gostei muito!! Tinha muita comida, então vale a pena conferir se um não é suficiente para duas pessoas.

Continuamos o deslocamento e chegada a Amsterdã. Existia possibilidade de neve, mas até aqui, não vimos nada, apesar de a previsão do tempo no celular ter mostrado neve ligeira e eu não vi nada pela janela.

Dia 9 - 17/03 – Amsterdã

Tomamos café da manhã no hotel e finalmente NEVE!!! Bem levinha, mas conseguimos ver! \o/
Saímos para visita panorâmica com início no moinho de Rembrandt e seguindo pela Praça dos Museus, pelo Grande Canal Amstel, Praça Damm, Estação Central, pelo Bairro Judeu até o Mercado das flores.

O Mapa na Mão escreveu um roteiro para 2 dias em Amsterdã e recomendo a leitura.

Achamos que era apenas a primeira loja e acabamos perdendo tempo. Quem quiser, já pode experimentar o "Brisulito" de Canabis por €1. Fiquei tentada, mas temi ficar lerdinha! kkkkk Algumas pessoas do tour experimentaram e disseram que tem gosto de capim e efeito zero!

A tarde visitamos uma fazenda produtora de queijos, visitamos a ilha de Marken (até a vegetação perto do lago estava congelada) e depois navegamos pelos canais de Amsterdã.

Dia 10 - 18/03 - Amsterdã / Boppard / Cruzeiro Reno / st. Goar / Frankfurt

Tomamos café da manhã e partimos em direção a Boppard para embarque num cruzeiro pelo Rio Reno até a cidade de st. Goar. Logo que entramos na Alemanha, pegamos uma tempestade de NEVE!! Que coisa mais linda!

Chegamos ao porto e o barco era confortável, quentinho e almoçamos lá. Pedimos um Shinitzel, mas estava com cara de requentado... Durante o almoço, admiramos as contruções com arquitetura bem típica alemã ao redor.
Ao final do percurso, retornamos ao ônibus e continuamos a viagem até Frankfurt para visitar a Praça Rommer. Estava gelado!! Como era domingo, o comércio estava quase todo fechado e logo voltamos para o ônibus.

Dia 11 - 19/03 - Frankfurt / Erfurt / Berlim

Em Frankfurt passamos apenas a noite. Na manhã seguinte, tomamos café da manhã e saímos para Erfurt. Foi nesta cidadezinha medieval, que Lutero estudou filosofia. Conhecemos o centro da cidade, almoçamos e aproveitamos para comprar algumas coisas na farmácia Rossman.

Para compras, eu já tinha lido o artigo do Simplesmente Berlim e  sabia que Rossman era uma das boas opções. A nossa guia indicou a compra de produtos Nivea (que é alemã).

Continuação até Berlim. Chegado ao hotel e hospedagem.

Dia 12 – 20/03 – Berlim

Café da manhã no hotel e em horário oportuno, saída para uma visita panorâmica destacando a Porta de Bradenburgo, o Reichstag (sede do Parlamento alemão), a Igreja memorial Kaiser, a Alexander Platz, o Muro de Berlim, entre outras atrações.


A tarde, optamos pela visita ao campo de concentração Sachsenhausen. Estive ansiosa por esta visita a viagem inteira. O que é importante saber (e eu não sabia) é que campo de concentração nem sempre será um campo de extermínio. Este é um exemplo. Lá podemos ter uma dimensão de como era a vida dos prisioneiros, mas você não verá os  conhecidos chuveiros/câmaras de gás.
A vista nos faz refletir até mesmo para as atitudes extremistas dos dias atuais que tem potencial para caminhos sombrios como o dos nazistas. Vale a visita e reflexão!

A nossa visita foi muito rápida. Para um roteiro mais elaborado, recomendo a leitura do post do Casal 20. Pelo que percebi, eles passaram por vários lugares que eu também passei e foi importante para o planejamento da minha viagem.

Para compras, eu li o artigo do Pequena na Viagem, mas acabei não tendo tempo para comprar e me restringi ao mercado.

Dia 13 - 21/03 – Saída de Berlim

Último dia de viagem. Saímos de Berlim às 12:45 e a chegamos em Roma às 14:55. Como a conexão era de 7:50hrs, tínhamos a intenção de sair do aeroporto e visitar a Capela Cistina em Roma. Como o tempo ia ficar apertado, desistimos. Fizemos algumas compras no free shop, mas poucas pois os preços estavam bem elevados. Recomendo o free shop de ida!

Embarcamos às 22:05 novamente e chegamos em São Paulo às 06:25.

Fim desta viagem e inicio dos planos para as próximas!!!

Um beijo

Jéssica

domingo, abril 02, 2017

Travessia Brasil - Espanha a bordo do Costa Pacifica: destinos

Olá pessoal!

Como havia dito, no post de hoje vou trazer as dicas dos roteiros que fiz em cada "parada" do navio.

Salvador - 04 de março

Já tinha ouvido falar que Salvador é cidade perigosa e suja, mas fui surpreendida. Chegamos no final de semana seguinte ao Carnaval (ainda não terminado na terra do Carnaval) e as ruas estavam limpas! Em relação a segurança, muitas pessoas me avisaram para fechar a bolsa, para tomar cuidado com os ambulantes e ficar alerta o tempo todo. Na saída do porto, fomos recebidos pelo time de informações turísticas e recebemos o mapa ao lado (clique para ampliar).

Do porto, caminhei até o Mercado Modelo (do lado do porto), subimos o Elevador Lacerda (pagamos R$ 0,15) e chegamos na cidade alta. Caminhamos pelo Pelourinho e pegamos um Uber para o Farol da Barra (pagamos R$ 16 pela ida e um pouco mais pela volta). O lugar é lindo e vale muito a pena visitar. Se quiser entrar no mar, a praia está do ladinho e o mar era limpinho, mas eu não entrei (pois tinha exagerado no Sol no dia anterior).


Macéio - 05 de março

Que lugar lindo!! O porto disponibiliza um ônibus para levar os passageiros desde o porto até a Praia de Pajuçara.

Caminhamos um pouco pela orla e chegamos até o Mercado de Artesanatos, onde comprei um maiô e tem muitas opções com o preço bacana por lá!

De lá pegamos um Uber para a Praia do Francês (pagamos R$ 29 pela ida e um pouco mais pela volta). Como a parada foi curta, logo voltamos para o navio com gostinho de quero mais...

Santa Cruz de Tenerife - 12 de março

Após 6 dias de navegação, chegamos à Europa! O porto é do lado da Plaza de España, mas não encontrei as imagens lindas que tinha visto na internet, pois estava seca. Caminhei um pouco mais e cheguei numa feirinha que vendia de tudo! Tudo mesmo: desde roupa usada a móveis antigos.
No final da feirinha, encontramos um ponto do ônibus turístico Hop on Hop Off da City SightseeinAs grandes vantagens deste modelo é conhecemos a cidade com um guia no seu idioma e poder embarcar e desembarcar quantas vezes desejar nos pontos que te interessarem.

Dica: guarde o seu ticket do ônibus, pois, com ele você conseguirá 10% de desconto em outras cidades em que esta empresa opere o tour.

Esta é uma Ilha Canária livre de impostos, ou seja, é um bom lugar para compras. Chegamos num domingo e no porto algumas pessoas disseram que o comércio estaria fechado, mas estava. Demorei, mas descobri a Calle del Castillo (uma das principais ruas de comércio da cidade). Vale muito a pena pesquisar antes de ir para ter base de comparação. Eu comprei um RayBan por 89 Euros, base Lancôme por cerca de 37 Euros e lencinhos demaquilantes (porque eu tinha esquecido de levar). Vi muuuuuito Iphone e Samsung com valor atrativo, mas não comprei.

Arrecife - 13 de março

No dia seguinte, a parada foi na em outra Ilha Canária, também livre de impostos e com preços interessantes para perfumes. O foco neste destino foi conhecer a história da ilha vulcânica. No porto encontramos um ponto de informações turísticas e contramos o passeio por 29 Euros por pessoa (no navio custava mais de 100 doláres).

Na imagem ao lado, vocês conseguem visualizar o mapa da ilha. Visitamos o Parque Timanfaia e a adega de vinhos vulcânicos La Géria.
O vinho doce é delicioso e mereceu a passagem de volta para o Brasil :D.

Málaga - 15 de março

Passamos mais um dia apenas navegando e paramos em Málaga (a cidade de Picasso).

A arquitetura da cidade é encantadora! Tirei mil fotos para mostrar para minha amiga arquiteta, pois realmente impressiona.

Novamente escolhemos a  Cityseeing. O ticket custou 29 euros por pessoa e incluia a entrada para algumas atrações e aqui você consegue verificar maiores detalhes:
 

Após mais um dia de navegação, desembarquei em Barcelona.


Barcelona - 17 de março

Mais uma cidade linda!!

A atração mais recomendada na cidade é o templo de Sagrada Família. Trata-se de um projeto do arquiteto Antoni Gaudí iniciado em 1882 e ainda não finalizado.
De fora já ficamos encantados com a beleza, mas entrando conseguimos perceber ainda melhor os detalhes e o cuidado na contrução. O valor da entrada sem guia foi 18 Euros por pessoa e este valor é uma contribuição para a finalização da igreja.


O transporte público da cidade é muito útil para se deslocar para diversos pontos turisticos. Eu acabei usando apenas o ônibus para ir para o Parque Guell, mas o mapa do metrô pode ser bem útil (clique na imagem para ampliar):

Eu fiquei só dois dias, mas se você for ficar mais tempo e quiser dicas neste link você encontra roteiros para até 5 dias.

Dica de compra: Ale-Hop! A loja da vaquinha tem muita opção de lembrancinhas para os amigos e para você, com um bom preço!!! A loja tem um conceito semelhante à Imaginarium, com um preço bem mais atrativo!

Lisboa (19 de março)

Meu último destino foi a capital de Portugal, por 2 dias. Fiquei hospedada no bairro do Chiado (bem no centro da ciadade) e custei para decidir qual linha de ônibus turístico contrataria e, após quase 2 horas de análise, optei pela Gray Line.
Começamos pela rota histórica: vimos o local de venda dos famosos Pastéis de Belem, Monumento dos Descobrimentos, Monastério dos Jerónimos, etc. Como já era o final do dia, percorremos toda a rota

Dica de Compras: Loja Shop1! Comprei casacos "pesados" por 19,99 Euros, macacão por 12 Euros, calça pantalona por 12 Euros, etc... Procurei bastante e foi a loja que mais gostei!!
Para os chocolates, comprei no supermercado Pingo Doce. O preço em supermercado costuma ser bem mais atrativo!!


Peço desculpas pelo post extenso, tentei resumir ao máximo... No próximo trarei algumas dicas de aplicativos úteis em viagens!!!

Beijos

Jessica

domingo, março 26, 2017

Travessia Brasil - Italia à bordo do Costa Pacífica: visão geral

Oi gente!!

Uma das minhas paixões  é viajar e, sempre que indico para um amigo, acabo me esquecendo os detalhes com o passar do tempo. Por isso, decidi registrar aqui minha última viagem e das próximas também.

Bom, retornei semana passada de uma viagem de mais de 20 dias, parte à bordo do navio Costa Pacífica e parte em Barcelona (2 dias) e Lisboa (2 dias).

O cruzeiro teve início em Buenos Aires e a última parada foi em Savona. Vamos aos detalhes do roteiro do Costa Pacifica e minha experiência! Embarquei no Rio de Janeiro (2 de março) e desembarquei em Barcelona (17 de março):

Antes de decidir por este cruzeiro, analisei diversos outros roteiros e cabines. O primeiro era apenas no mar Mediterrâneo, com duração de 7 dias e em uma cabine com varanda. Enquanto convencia minha mãe, as cabines com varanda esgotaram. Procurei por outros, eles foram se esgotando, até que cheguei neste e o valor estava bem interessante, mas para a cabine interna. Uma amiga que já fez vários cruzeiros me disse que eu podia escolher a cabine interna sem me preocupar, pois só retornaria para dormir. Aceitei a dica, economizei e não me arrependi.



Cada cabine tem o seu camareiro responsável e eu amei a minha: Thais - brasileira. Ela estava sempre atenta aos meus hábitos e enquadrava a rotina de organização a eles.

Fechei antes do final de janeiro e "ganhei" o pacote de bebidas durante as refeições e a "isenção" da taxa de serviço (mas só descobri quando estava lá!). A taxa de serviço é algo que precisa ser considerado ao decidir fazer um cruzeiro: trata-se de uma cobrança diária, por pessoa cujo valor varia de uma companhia para outra. Num cruzeiro de 17 dias e 2 pessoas na cabine esta despesa significaria 425 USD (a Costa cobrava 12,5 USD por pessoa/dia e a moeda do navio era Dólar, pois a saída foi na América do Sul).

O Navio é muuuito grande! O embarque poderia ser feito entre 13h e 18h e eu entrei por volta de 14h, para zarpar às 19h. Desde o momento que embarcamos até próximo do horário do jantar estivemos caminhando para conhecer o navio (e nem a 30% chegamos)... Neste link vocês conseguem ver várias imagens que mostram bem como é.

As malas! Já ia me esquecendo... Desde o momento que você chega, pode usar todas as dependências do navio (piscina, restaurantes, etc). Portanto, sugiro que leve consigo uma bagagem de mão com itens básicos que você usará durante o dia, já que sua maça pode chegar no fnal do dia. No quarto, logo ao embarcar você encontrará o cartão dos passageiros (que contem o turno do jantar, restaurante/mesa e será a chave do seu quarto e documento para desembarque nos portos) e o Diário de Bordo. Este é um dos meios de comunicação da companhia com os passageiros diariamente para informar sobre a programação de entretenimento, os horários dos restautantes/festas e chegada/saída dos portos.

Em relação aos horarios de parada, respeite-os! Vi alguns vídeos na internet mostrando as pessoas dando "tchauzinho" para o navio por se atrasar para chegar no porto, portanto chegue no horário.

Em relação à comida, li muitas coisas negativas, mas eu gostei bastante! Tínhamos duas opções para o café da manhã, almoço e jantar: formal e o informal. O formal é que as pessoas lembram do jantar de gala e o informal é um self service. Importante: no restaurante formal você não pode entrar de short. Eu tinha levado shortinhos alfaiataria para a noite e tive que me virar.

A noite, de acordo com seu horário de jantar (1° ou 2° turno), terá um espetáculo no teatro. A programação é divulgada diariamente no Diário de Bordo.

Na programação de diversas noites existem festas temáticas, sendo que as mais comuns são: noite do branco, noite de gala, noite italiana (roupas vermelha, verde e/ou branca), noite tropical. Portanto, programe-se para não ter que comprar roupa nas parada.

E o mais importante: documentos necessários! Como o destino era a Europa, é necessário ter passaporte e contratar um seguro de viagem. Eu não precisei contratar, pois o meu cartão me concedeu a carta seguro. Antes de comprar a passagem aérea, entre em contato com o seu cartão para verificar se eles oferecem este benefício. Caso não tenha (o caso da minha mãe), você pode buscar online um seguro, validar os requisitos dos países de destino e emitir. Nós fechamos pelo comparador de seguros. E antes de viajar, não esqueça de desbloquear o seu cartão de crédito para uso internacional.

Bom, acho que abordei os principais temas! Nos próximos posts vou trazer as informações sobre os destinos, aplicativos que usei e outras dicas que eu venha a me lembrar.

Se você tiver qualquer dúvida, fique a vontade para perguntar! :)

Um beijo

Jessica

segunda-feira, agosto 08, 2016

Projeto Rapunzel Loira

Olá meninas!!

Tudo bem?

Como eu falei no ultimo post, um dos motivos para o meu retorno é para que eu possa compartilhar com vocês o meu #ProjetoRapunzelLoira.

Quem é loira sabe a dificuldade de esperar o cabelo crescer, normalmente o cabelo chega sempre no mesmo comprimento e não cresce mais ou perdemos a paciência e cortamos as pontas quebradinhas.

O Projeto Rapunzel tem sido muito comentado na internet e várias histórias de sucesso são postadas. Minha grande dificuldade é achar blogueiras que tenham o cabelo descolorido e tenham conseguido alcançar o cabelão de rapunzel. Como na vida tudo é possível, só basta querer, vamos lá!

O comprimento do meu cabelo no dia 24/07 (ultima foto) era este aqui:

Como o cabelo estava em 24/07/2016

O meu objetivo é chegar na cintura e, para termos uma referência, é onde começa a parte branca da blusa.

O que tenho feito?

Primeira coisa que fiz foi buscar todas as dicas possíveis na internet, ver o que eu já não fazia e começar a aplicar. Vamos lá!

  1. Apenas uma química: quem quer ser loira rapunzel não pode fazer mais de uma química, as luzes. É muito comum que as pessoas façam pelo menos duas (progressiva e luzes, relaxamento e luzes, permanente e luzes…). A cada descoloração o cabelo perde muita massa e vai ficando cada vez mais fraco. Se aguentar os desgates dos produtos descolorantes já exige muito tratamento, imagina ter que aguentar outra química? Coitado do cabelo, né, gente? Por isso, aboli de vez a progressiva!
  2. Cronograma Capilar: este assunto eu nunca tratei aqui, mas prometo que o próximo post será sobre este tema para que vocês entendam em profundidade. Resumidamente, o cronograma capilar é uma agenda de tratamentos que visa repor todas as proteínas e nutrientes que deixam o nosso cabelo saudável. Para isto o processo é dividido em três etapas: Hidratação, Nutrição e Reconstrução. Existem diversas sequencias diferentes para se adequar as necessidades de cada cabelo, mas a mais comum e o que e tenho feito no meu cabelo é este aqui:images 2
  3. Escolha um shampoo ou kit para crescimento:  shampoo de crescimento é encontrado de todo tipo – feito em casa, de marcas baratinhas, caros, veterinários. Vou fazer um post separado com algumas receitinhas de shampoos de crescimento que encontrei para quem quiser começar e não quer ou não pode comprar um shampoo. Eu optei por um baratinho que vi muitos comentários positivos: Salon Line Explosão de Crescimento.
  4.  Escolha um tônico: o tônico é aplicado diretamente no couro cabeludo e eu li várias pessoas dizendo que o segredo de crescimento do cabelo está aí na raiz dos fios. Escolhi dois baratinhos: um da mesma linha da Salon Line e o Cresce Forte da Capicilin. 
    20160808_204205 
  5. Evite processos térmicos:  tenho certeza que este vai ser o mais difícil para a maioria de vocês. Já pedi para largarem a progressiva, agora largar a chapinha e o babyliss parece muito, mas não é não. Todas nós sabemos quão estressante para é para o cabelo ser submetido a temperatura de 180°C, 200°C, 230°C e como estes processos maltratam o cabelo. Minha sugestão é que vocês aproveitem que o cabelo com volumão está na moda e se joguem. Eu consegui reduzir muuuito o uso destes produtos com um corte de cabelo certo. Meu cabelo não é liso, nem cacheado e esta indefinição é que mais me matava de raiva. Por acidente do destino (caca que eu fiz no cabelo) conheci uma cabeleireira nova que virou oficial: a Ariane do Spazio Floresta. Ela me convenceu a repicar o meu cabelo e usa-lo amassado. Como eu já não aguentava mais a dependência da chapinha para sair na rua e estava vivendo de coque, resolvi arriscar e foi uma das melhores escolhas da minha vida. Se você não consegue eliminar de vez, eu sugiro que adote penteados alternativos para evitar o desgaste térmico em toda lavagem e usa a chapa ou o babyliss só quando for sair ou para o final de semana. Tenta e me conta!
  6. Invista num óleo vegetal: uma das etapas do cronograma capilar é a nutrição, que muitas vezes vem acompanhada da umectação. A umectação é um processo de nutrição dos fios com oléos vegetais. Pode ser qualquer óleo, desde que seja vegetal, não mineral. Eu uso o óleo de coco e passo no cabelo no dia anterior a lavagem de nutrição, durmo (protejo o travesseiro para não melecar tudo) e no dia seguinte lavo o cabelo normalmente. Se você não tiver óleo de coco em casa, pode usar azeite mesmo. Basta aplicar o óleo generosamente do meio para as pontas do cabelo (como se fosse uma máscara, até sentir que todos os fios foram cobertos) e pronto. Depois que você lavar, o cabelo não fica parecendo ‘ensebado’ ou sujo, ao contrario. O óleo vai proteger os fios dos produtos adstringentes do shampoo e seu cabelo vai ficar com muito mais brilho.
  7. Se puder, invista em um suplemento capilar: eu digo ‘se puder’, pois nem sempre estes suplementos são acessíveis. Estou usando o Inneov Nutri Care D há dois meses. Há anos atrás um dermatologista receitou este suplemento para crescimento do cabelo, tomei e lembro de ter gostado do resultado. Como achei ele pela metade do preço numa drogaria aqui em BH, resolvi tomar novamente. O medicamento vence no final de agosto, por isso o preço era 69 reais. Hoje pesquisei e o mais barato que encontrei foi 129,90 BRL. Sei que existem outras opções no mercado como Pantogar, PillFood, Luminus Hair (que fiquei bem tentada a comprar), entre outras. Eu fui a dermatologista sexta passada e ela me pediu diversos exames para verificar se eu não tenho alguma deficiência nutricional antes de partirmos para o suplemento. Muitas vezes falta apenas ferro no seu corpo e com um remedinho bem mais barato e uma mudança na alimentação o problema está resolvido.

Bom, acho que já é suficiente por hoje, né?! Meu desejo para o dia é:

.facebook_1470701974290

Quem quiser me acompanhar nesta jornada pelo cabelão basta usar a #ProjetoRapunzelLoira para que possamos nos ajudar neste longo caminho pelo cabelão!

Um beijo e boa semana para vocês!

Jéssica

terça-feira, agosto 02, 2016

Voltei!!

Oie!!! Voltei!!

Ano após ano eu vinha pensando em voltar a escrever o blog, mas acabava não levando a diante, por não saber como recomeçar e por achar que já tinha tanta blogueira por aí que não ia faltar conteúdo.

Muita coisa mudou desde 2010 e aos poucos vou atualizando vocês quanto às novidades!

A principal e mais notória mudança foi a cor dos meus cabelos: me rendi aos cabelos loiros!

5 anos depois...
  
Quem tem cabelo loiro sabe o quanto é difícil manter o cabelo com vida, brilhante e O PIOR DE TODOS: como é difícil fazer o cabelo crescer! 

Daí o motivo de eu ter voltado! Resolvi criar o meu #ProjetoRapunzelLoira! 

Nos últimos meses, tenho procurado muitos vídeos e blogs a respeito do assunto e sempre vejo cabelos lindos, brilhantes, mas escuros e não achei nada sobre o crescimento do cabelo loiro oxigenado! :)

A ideia do projeto é que eu compartilhe com vocês o que eu tenho feito e quais os resultados para me tornar uma Rapunzel Loira.

Além disto, vou compartilhar assuntos que eu divido com minhas amigas: dicas de viagens, carreira, cachorros, dicas para simplificar o dia a dia e o que mais vocês desejarem. :)

É isto! Espero que gostem!

um beijo

Jéssica




sábado, abril 09, 2011

Presente: Seção Spa da Pele - Mary Kay

Oi Meninas

Tudo bem?

Voltei rapidinho para contar ótima noticia para vocês!!!

Tenho uma amiga que é consultora de beleza independente Mary Kay, a Laurinha.

cool-makeup-beautyEstivemos conversando a respeito do blog e ela resolveu presentear as 10 primeiras meninas a entrarem em contato com ela com uma seção Spa da Pele:

Para aprenderem a cuidar do pele do rosto e como fazer a própria maquiagem

Sabem o que isso significa? Você marca uma sessão, ela te atende onde você preferir, experimenta os produtos gratuitamente e aprende a cuidar da pele!!

Não é demais?!

Para ganhar é simples, basta ligar para o celular dela e agendar a seção no local de sua preferência! Não é um presentão?

Infelizmente esta oportunidade é só para quem mora em Belo Horizonte, porque ela vai se deslocar para o local que você quiser!

mary-kay-4366943-1064

E quem não mora aqui? Também pode ganhar! Quem mora em outros lugares e tem interesse em se tornar uma consultora Mary Kay, basta ligar ou ainda entrar em contato por e-mail para saber como se tornar uma consultora de beleza.

As meninas que se tornarem consultoras Mary Kay ganharão um batom com fator de proteção para aumentar seu estoque inicial. Aí vão os contatos dela!

198069_175243912522932_100001119736113_367203_4556209_n 

Laura Queiroz

Consultora Mary Kay

Telefone celular(31) 9935-1955

EmailE-mail: laurinha_queiroz@hotmail.com

Se quiserem fazer pedidos a ela, podem!

 

Entrem em contato rapidinho!!!

Lembre-se: são as 10 primeiras!!

oimzy1y3

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...